Os Seis Pilares

O Plano de Ação de Envelhecimento Ativo e Saudável envolve a intervenção de múltiplas vertentes, tendo sido definidos 6 pilares essenciais de atuação:

1. Saúde e bem-estar

2. Autonomia e vida independente

3.Desenvolvimento e aprendizagem ao longo da vida

4. Vida laboral saudável ao longo do ciclo de vida

5. Rendimentos e economia do envelhecimento

6. Participação na sociedade

O pilar da saúde e bem-estar é constituído por 3 subpilares, 35 medidas e 67 atividades concretas. A destacar atividades e medidas dirigidas à promoção da saúde e prevenção da doença, cuidados integrados e de longa duração, capacitação dos cuidadores e melhoria das condições de prestação de cuidados.

O pilar sobre autonomia e vida independente consta de 3 subpilares, 23 medidas e 32 atividades. Neste destacam-se a promoção da vida independente, através de programas de minimização dos impactos do isolamento, a criação de ambientes seguros e amigos das pessoas idosas e programas de habitação acessível.

O pilar III refere-se ao desenvolvimento e aprendizagem ao longo da vida, inclui 1 subpilar, 5 medidas e 8 atividades. As medidas focam-se na formação inicial para aquisição de competências (incluindo reskill e upskill), na capacitação digital e ainda no apoio a programas da sociedade civil, como as universidades sénior.

O pilar IV, acerca da vida laboral saudável ao longo do ciclo de vida, divide-se em 3 subpilares, 8 medidas e 9 atividades. Neste caso, as medidas de participação no mercado de trabalho estão em destaque, bem como a adaptação, nas carreiras e nos locais de trabalho, à nova realidade laboral para uma média de idade dos trabalhadores mais elevada, e a promoção da diversidade intergeracional no local de trabalho.

O pilar V diz respeito aos rendimentos e economia, apresentando 2 subpilares, 3 medidas e 4 atividades. Neste são definidas medidas de garantia do rendimento e emprego dos idosos. Destaque ainda para o empreendedorismo sénior como medida de promoção da participação na sociedade.

O pilar VI dedica-se à participação na sociedade e possui 1 subpilar, 9 medidas e 15 atividades.

Neste pilar foram elencadas medidas que potenciam o voluntariado, a participação na vida política, social e cultural, os programas intergeracionais e o empoderamento do cidadão sénior.